Movimento do Terço dos Homens de Itapiúna realiza sonho de uma a família carente



Grande parte dos brasileiros sonham com a casa própria, no entanto, quando a família é carente, mora no interior do Estado, sem trabalho fixo, e ainda com crianças para cuidar e entre elas uma com leucemia, esse desejo se torna quase “impossível”. Realidade vivida pela senhora Célia Martins, mãe do Luís Miguel, de 8 anos, diagnosticado com a referida doença, ela reside com seu esposo o senhor Daniel Alves e mais 4 crianças em Itapiúna.
Na noite do dia 22 de março, o Movimento do Terço dos Homens da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Itapiúna, realizou a entrega de uma casa a família.  A ocasião contou com um momento de oração, com o terço rezado pelos homens, teve um lanche, exibição de um vídeo contando a história dessa mobilização, teve a doação de uma cesta a família e logo em seguida todos conheceram a tão sonhada casa.


O professor Flávio Freitas (integrante do movimento do terço dos homens), relatou a nossa reportagem que tudo começou quando ele conheceu a família do Luís Miguel, em novembro de 2017, quando o mesmo passava por uma crise devido a doença, leucemia, a partir dessa data Flávio acompanhou toda trajetória da família. O professor vendo toda situação em que a família passava, prometeu: “se Luís passasse pela doença iria se mobilizar para construir uma casa para ele”, infelizmente em 25 de dezembro, a criança faleceu. Por conta de ser o sonho de Luís Miguel ter uma casa para família, Flávio se sentiu na obrigação de concretizar esse desejo, ele foi falar com Pedro Antônio (do Terço dos Homens) para que o mesmo assumisse a missão de levar a proposta até o Movimento, após apresentação da ideia aos homens do terço, imediatamente ganhou a adesão de todos, e assim recebendo doações dos integrantes e de outras pessoas.

Era visível a emoção dos familiares de Luís Miguel, em alguns momentos seus irmãos, apenas crianças, choravam a dor da partida e da saudade, de ter perdido alguém que era muito amado e se foi tão cedo.

“Quero parabenizar a iniciativa em prol da família do Luís Miguel, a ação traduz de fato a ideia do que é ser cristão, ser cristão é você olhar para o outro, se doar para outros, e fazer sem precisar aparecer, achei sensacional não dizer os nomes das pessoas, as pessoas não fizeram isso para aparecer, elas fizeram isso porque foram tocadas por Deus e pelos os irmãos que fazem parte do terço dos homens” destacou Sidclei Gondim, diretor da Escola Estadual Edimar Martins de Caio Prado, distrito de Itapiúna.

Além da oração do santo terço que acontece todas as terças-feiras, às 19 horas, na Capela de São Francisco, na sede de Itapiúna, o Movimento do Terço dos Homens realiza terço nos bairros e comunidades, na parte social o Movimento faz doação de cestas de alimentos as famílias carentes.


Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews