Ads Top

Itapiúna e mais 54 Municípios do Estado já fizeram adesão a edição 2017-2020 do Selo UNICEF

A Edição 2017-2020 do Selo UNICEF já começou. Os municípios dos interessados em aderir tem até o dia 31 deste mês para realizarem suas inscrições. Para se inscrever bastam 3 passos: preencher o Termo de Adesão; incluir assinatura do Prefeito; e o documento preenchido e assinado para o escritório do UNICEF responsável pelo seu Estado.


Ao enviar o Termo de Adesão e Cadastro preenchido e assinado para o UNICEF, o município indica um (a) profissional para atuar como Articulador (a) do Selo, que é a pessoa responsável por mobilizar prefeitura, secretarias, parceiros e comunidade, em articulação com o CMDCA, para implementar as ações previstas na metodologia do Selo. O (A) articulador (a) também é o ponto de contato entre UNICEF e município. A escolha do (a) articulador (a) do município é estratégica. A troca de articulador (a) ao longo da edição do Selo UNICEF pode prejudicar o desempenho do município.

O UNICEF atuará em coordenação com o (a) Articulador (a) e o CMDCA durante os quatro anos da edição para informar sobre ciclos de capacitação, atualizações metodológicas, dicas de implementação de programas e outras atividades do Selo. A partir disso, o (a) Articulador (a) mobilizará as pessoas mais adequadas em seu município para participar de cada atividade ou realizar cada ação.

Adesão

No Ceará, até a tarde desta quarta-feira, 04 de julhoItapiúna e mais 54 municípios já realizaram sua adesão.  Para esta nova edição já podem participar: municípios do Semiárido (AL, BA, CE, MG, PB, PE, PI, RN e SE) e municípios da Amazônia (AC, AP, AM, MA, MT, PA, RO, RR e TO). Confira aqui a relação dos municípios que estão aptos a se inscrever nesta edição.

Não há custos para se inscrever no Selo. O papel do Selo UNICEF é estimular o município para otimizar recursos humanos e financeiros, qualificando a demanda e melhorando a oferta de políticas públicas direcionadas à infância e adolescência, em diálogo com os governos estaduais e federal. A metodologia ajuda o município a construir um planejamento de acordo com a realidade local, envolvendo todos os atores municipais, de forma coordenada e intersetorial, como foco na gestão por resultados. A ideia é fazer com que o município seja capaz de buscar parcerias e diferentes fontes de financiamento, especialmente para as populações que mais precisam.

Com informações da Aprece


Tecnologia do Blogger.