Elimine Vírus no facebook

Um vírus vem causando problemas a usuários do Facebook na segunda-feira (08). Chamado popularmente de Amazonaws (uma referência ao local onde ele foi hospedado indevidamente), o vírus é um “sequestrador de navegadores”, que se espalha através de mensagens que pedem ajuda para denunciar publicações com apelo pornográfico.

Saiba como removê-lo

Um manual explica como o usuário deve proceder caso tenha clicado em alguma dessas postagens em uma das sessões do Facebook. O primeiro passo é ir até o campo "Configurações", no canto superior da tela, e em seguida em "Aplicativos".  Se houver algum item suspeito, o usuário deve excluí-lo. Para isso, clique no "X" ao lado do aplicativo e na sequência em "Remover". O usuário deve também acessar a opção "Registro de atividades", no menu do canto superior direito da tela. Lá, exclua todas as publicações indesejadas.
No Google Chrome, vá em "Ferramentas" e em seguida em "Extensões". No Firefox, acesse "Complementos". Se você usa o Internet Explorer, clique em “Gerenciar Complementos” e depois na aba “barras de ferramentas e extensões”.
Outra opção para remover o vírus manualmente, é preciso abrir o navegador Firefox, clicar em Ajuda e selecionar Solução de Problemas. Depois, selecione a opção Redefenir Firefox. Após o término da operação, basta clicar em Fechar e o navegador irá iniciar.

O próximo passo é verificar se todos os itens da lista são de sua confiança. Caso algum deles não seja, ele deve ser excluído. Se a aba de extensões não se abrir, o vírus pode já ter tomado conta do navegador. O programa deve, então, ser reinstalado. Além dessas medidas, é recomendado também que o usuário troque a senha de acesso ao Facebook.
Procurada pela reportagem, o Facebook apontou que o malware é uma extensão utilizada em navegadores que se espalham por diversas redes sociais. A assessoria da rede social apontou, ainda, que tenta tomar medidas para evitar que o vírus se espalhe: "Nós usamos diversos sistemas automatizados para identificar potenciais links nocivos e impedir que eles se espalhem. Estamos bloqueando os links com esse golpe, oferecendo opções para limpá-los e buscando outras formas para mensurar e garantir que as pessoas continuem em um ambiente seguro no Facebook".
Além disso, o Facebook apontou que há algumas ferramentas para auxiliar a identificação e remoção de malwares da sua conta na rede social. Elas estão disponíveis nesse link.
Agência Brasil

Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews