Site causa polêmica ao divulgar nome e CPF de brasileiros indevidamente

Um site que disponibiliza informações da situação do CPF de brasileiros tem gerado polêmica nos últimos dias. Segundo o especialista em segurança na internet, Gilberto Sudré, não é normal esse conteúdo ser disponibilizado na web.


O internauta pode digitar o nome de uma pessoa no espaço de busca na página principal do site e descobrir informações como o número do CPF, a regularidade do contribuinte e a frequência de acessos à esse nome.

Sudré alerta que o “Nomes Brasil” não é o primeiro site que disponibiliza informações pessoais. "Os dados foram vazados de alguma plataforma. As entidades que armazenam nossas informações precisam ter cuidado em como guardar e em quem tem acesso a tal conteúdo", explicou.

Há um risco de golpe ao se ter acesso à essas informações, ainda de acordo com Sudré. "É muito perigoso porque se alguém sabe seu nome, seu telefone, seu CPF, fica fácil fraudar o comprovante de residência e, assim, fazer compras com seus dados. Ainda é possível fazer um ataque contra à pessoa ou algum familiar", comentou.

Receita Federal

O delegado da Receita Federal no Espírito Santo, Ivon Pontes, garante que os dados disponibilizados no site "Nomes Brasil" não saíram do órgão, que é responsável pela emissão do CPF. Ainda segundo ele, as pessoas não correm risco por terem informações como nome e CPF divulgados.

"Não posso afirmar de qual base o site conseguiu as informações, mas posso garantir que os dados da Receita Federal estão preservados. Hoje em dia, as empresas e bancos também tem informações das pessoas", explicou.

O conhecimento do nome e do CPF não é suficiente para trazer algum dano, segundo Ivon Pontes. De acordo com ele, o número do CPF sozinho não é de utilidade sem um documento original com foto para identificar uma pessoa.

"Ter o número do CPF não vai trazer insegurança para um contribuinte porque não basta informar o número para realizar alguma transação. É preciso ter também um documento com foto como o RG, a carteira de trabalho, o passaporte ou a carteira de habilitação", ressaltou.

Cuidado

Na situação de um site que disponibiliza as informações pessoais, como o "Nomes Brasil", não tem nada que o cidadão possa fazer para se proteger, segundo o especialista em segurança na internet Gilberto Sudré. Entretanto, para evitar outros tipos de vazamento, é preciso ter atenção ao fazer compras ou preencher algum cadastro na internet.

"Sempre corremos o risco porque nenhum site é 100% seguro. Porém, o internauta precisa observar, ter atenção e fazer uso de sites minimamente confiáveis", ressaltou.


Fonte: Gazeta Online

Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews