Seleção Brasileira derrotou a Croácia por 3 a 1 na Arena do Corinthians

         
A Seleção Brasileira derrotou a Croácia por 3 a 1 na Arena do Corinthians, em São Paulo. Foi a 16ª vitória em estreias na competição, em jogo batalhado, contra um adversário bem armado e que ofereceu muita resistência, mas acabou superado pela determinação e talento da equipe brasileira comandada por Felipão. Neymar (dois) e Oscar fizeram os gols do Brasil. Marcelo, contra, fez para a Croácia. .  

Foi a bola rolar e a torcida correr junto com a Seleção Brasileira. Depois da impressionante demonstração de amor, com o estádio completando em coro de mais de 60 mil vozes o Hino Nacional Brasileiro, o ambiente se "incendiou' de vez na partida de estreia da copa do Mundo 2014.
Como era de se esperar, a Croácia se armou em um sistema defensivo forte, tentando não deixar a bola chegar ao ataque brasileiro, para com a bola nos pés arriscar-se nas jogadas de velocidade e chegar ao gol de Julio Cesar.. 
Foi assim, aos 17 minutos, que saiu o primeiro gol. Em cruzamento da esquerda, que um o atacante croata quase alcançou,  Marcelo desviou para a própria rede: 1 a 0 Croácia.
A reação teria que vir, e veio. O Brasil acelerou mais o jogo e, em um lance na sequência, poderia ter empatado. Daniel Alves cruzou com perigo, mas Fred e Neymar não conseguiram chegar a tempo de concluir.
Daí em diante, tome de pressão. Mexeram com quem não já não estava quieto, e logo os croatas começaram a pagar caro pela ousadia. Os sucessivos ataques do Brasil se transformavam em perigo iminente de gol, tamanha a quantidade e a intensidade dos lances perigosos.
Neymar fez uma jogada de craque, Daniela Alves mandou uma bomba e o goleiro croata espalmou com dificuldade.
Aí, houve um momento de queda. A Croácia, que tocava a bola com precisão, andou rondando a área brasileira e quase faz o segundo em cabeçada. Para piorar, Neymar acertou uma cotovelada no marcador e levou cartão amarelo.
Só que o menino da camisa 10 do Brasil, ao invés de se abater, como poderia acontecer, partiu foi para fazer a diferença. E fez em uma roubada de bola, em que ele prosseguiu no lance e, de fora da área, acertou um chute tanto certeiro quanto indefensável - no cantinho, sem que o goleiro Pletikosa, que se esticou todo pudesse evitar - a bola ainda bateu na trave antes de entrar.
1 a 1, gol de Neymar Jr., que dividiu a sua alegria e dos companheiros levando todos  para comemorar com todos os integrantes do banco da Seleção Brasileira.
Pronto, estava contornado o que parecia negativo no jogo para a Seleção Brasileira. A Croácia sentiu o empate e recou mais ainda - formou um verdadeiro ferrolho à frente da sua área para conter as investidas do ataque do Brasil.
Que não eram poucas. O time de Felipão passou a ter completo domínio da partida, e o gol da virada estava mais do que anunciado.
Em jogada em que Fred foi empurrado dentro da área, o juiz assinalou o pênalti. Neymar cobrou, o goleiro chegou a tocar na bola, mas sem conseguir evitar que ela entrasse: 2 a 1 Brasil.    
Hernanes e Bernard já haviam substituído Paulinho e Hulk, a Seleção Brasileira continuou atacando mais, e com o domínio, ainda que tenha corrido dois riscos que levaram perigo.
Felipão tirou Neymar - aclamado ao sair - e pôs Ramires. Os sustos continuaram, em dois lances sucessivos de perigo para Julio Cesar, mas aí foi a vez do talento do jogador brasileiro entrar em campo de vez para fazer a diferença. Oscar arrancou, emlance individual, deixou croatas para trás e chutou certeiro, no canto, para fazer 3 a 1.       
Estava decretada a 16ª vitória do Brasil em jogos de estreia em 20 participações na Copa do Mundo. 
Que venha o México, dia 17 de junho, em Fortaleza.






Informações CBF, imagens Rafael Ribeiro





Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews