Itapiúna e mais 16 municípios tiveram situação de emergência reconhecida pela União

A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) reconheceu situação de emergência em mais 17 municípios cearenses. Agora,169 cidades do Estado estão classificadas na condição de crise por causa da escassez de água. "Nestes 17 municípios a situação está muito grave, pois tiveram pouquíssima chuva e o abastecimento ficou bastante comprometido", ressalta o secretário do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Nelson Martins.

O governo do Estado já havia decretado situação de emergência em 176 municípios, tendo como base a pluviometria abaixo da média, a recarga insuficiente dos açudes e a perda de parte da safra. O governo visava estender às cidades atingidas os benefícios federais, além dos estaduais já alcançados. A Sedec, entretanto, negou reconhecimento a 24 destes municípios.
Os novos municípios em situação de emergência são Acopiara, Apuiarés, Aracoiaba, Canindé, Capistrano, Caridade, caririaçu, Cariús, General Sampaio, Granjeiro, Ibaretama, Itapajé, Itapiúna, Ocara, Paramoti, Pentecoste e Tejuçuoca. Esses municípios terão prioridade em caso de liberação de recursos Além disso, poderão fazer gastos emergenciais sem licitação.
Com informações do Diário do Nordeste


Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews