Ads Top

Cuidado com o mosquito que transmite a DENGUE

Cerca de 90% dos focos do Aedes
aegypti, mosquito que transmite a
dengue, são encontrados dentro de
casa e nos quintais. Com o perigo tão
perto, a orientação da Secretaria da
Saúde do Estado é de que pelo menos
uma vez por semana as famílias façam
a limpeza rigorosa em todos os
depósitos que acumulam água.
Os
ovos do mosquito ficam por mais de 1
ano nas bordas das caixas d`água,
tinas, baldes, garrafas, latas. No
contato com a água, eclodem e saem
por aí ameaçando a saúde da
população, transmitindo uma doença
que deixa as pessoas com dores nas
articulações, febre, dor de cabeça e
que pode matar.
Para o controle da dengue, os
prefeitos e secretários municipais de
saúde devem assegurar a continuidade
das ações de controle focal do
mosquito, casa a casa, pelos agentes
de endemias, garantir a supervisão de
campo das ações de agentes de
endemias e a disponibilidade de
equipamentos de proteção individual
(EPI), realizar mutirão de limpeza
urbana, convocando a população para
colaborar, limpando os quintais,
principalmente no período que
antecede as chuvas, implantar ou
implementar as ações de vedação de
caixas d'água com tela ou cimento,
realizar atividade de mobilização social
especialmente nas escolas municipais
(gincanas, concursos de redação e
peças de teatros). Na área de
vigilância e assistência, os municípios
devem assegurar a notificação
imediata de todos os casos para a
vigilância epidemiológica, alertar todos
os profissionais da Saúde da Família e
da rede hospitalar sobre o diagnóstico
e tratamento dos casos de dengue,
garantir o estoque de medicamentos e
material de laboratório que permita o
diagnóstico e tratamento precoces e
garantir o fluxo de atendimento e
referência para pacientes com dengue
hemorrágico ou dengue com
complicação.
Tecnologia do Blogger.