Procuradoria Geral ajuizou execuções fiscais que passam de R$ 1 bilhão

A Procuradoria-Geral do Ceará,
através da Procuradoria da Dívida
Ativa (Prodat), ajuizou execuções
fiscais que ultrapassam a soma de R$
1 bilhão. As ações têm o objetivo de
recuperar créditos tributários.
Desde sua criação, em fevereiro de
2011, a Prodat implementa inúmeras
ações com o intuito de melhorar a
efetividade dos créditos tributários e
não-tributários, e por consequência,
otimizar a arrecadação do Estado.
Nesse período, a procuradoria,
juntamente com a Célula da Dívida
Ativa (Cedat) ajuizou 2.352 processos
judiciais de execução fiscal, os quais
totalizaram a importância de R$
1.395.030.467,21 (um bilhão,
trezentos e noventa e cinco milhões,
trinta mil, quatrocentos e sessenta e
sete reais, e vinte e um centavos).
Para o Procurador Chefe da Prodat,
Deusdedit Rodrigues Duarte, todos
esses números são resultados do
empenho da equipe que não tem
medido esforços para manter o
compromisso de defender o erário
estadual. "Vale dizer que foram
empenhados muitos esforços pelos
servidores da Prodat e Cedat a fim de
encaminhar toda essa documentação
antes da data final para o recebimento
de ajuizamento físico no Fórum. Nós
temos nos pautado em ser céleres.
Quanto mais nosso trabalho der
respostas, mais o governo e a
sociedade cearense ganha com isso",
destaca.

Com informações da PGE.

Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews