Ministro Joaquim Barbosa tomou posse como presidente do STF

Nesta quinta-feira (22) o Ministro Joaquim Barbosa tomou posse como
presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).
Segundo o ministro, o cidadão deve ter "o direito mais sagrado dentre
os seus direitos, qual seja o de ser
tratado de forma igual, receber a mesma
consideração, a mesma que é conferida
ao cidadão 'A', 'C' ou 'B'".
O ministro admitiu que, "ao falar sobre o
direito de igualdade, é preciso ter a
honestidade intelectual para reconhecer
que há um grande déficit de justiça entre
nós". De acordo com ele, "nem todos os
brasileiros são trados com igual
consideração, quando buscam o serviço
público da Justiça".
"Ao invés de se conferir ao que busca a
restauração dos seus direitos, o mesmo
tratamento e consideração que é dada a
poucos, o que se vê, aqui e acolá – nem
sempre, mas é claro, às vezes sim –, é
um tratamento privilegiado, a
preferência desprovida de qualquer
fundamentação racional".
"Gastam-se bilhões de reais anualmente
para que tenhamos um bom
funcionamento da máquina judiciária",
lembrou. "Porém, é importe que se diga:
o Judiciário a que aspiramos ter é um
Judiciário sem firulas, sem floreios, sem
rapapés. O que buscamos é um
Judiciário célere, efetivo e justo".
"De nada valem as edificações
suntuosas, sofisticados sistemas de
comunicação e informação se, naquilo
que é essencial, a justiça falha. Falha
porque é prestada tardiamente e, não
raro, porque presta um serviço que não
é imediatamente fruível por aquele que a
buscou".

Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews