Padre da Paróquia de Mulungu se retrata com a promotora de justiça

Pároco da Paróquia de São Sebastião, do município de Mulungu, padre
Marcos Antonio Freitas Maciel enviou uma retratação à promotora de
justiça Lucy Antoneli Domingos Araujo Gabriel da Rocha, titular da
comarca.
A solicitação é para que ela desconsidere as declarações feitas por
ele e os documentos expedidos diante da comunidade paroquial de
Mulungu no sentido de tentar removê-la da Promotoria. O religioso se
desculpou pelos atos praticados contra a agente ministerial. O pedido
também foi enviado formalmente à Procuradoria Geral de Justiça (PGJ).
A ação foi motivada sob alegação inverídica de que a promotora estaria
atuando com preconceito religioso e impedido a realização das
festividades do dia 7 de setembro de 2012 e da "copadroeira" Nossa
Senhora das Dores, o que não ocorreu. Na verdade, Lucy Antoneli
ajuizou uma representação eleitoral, acatada pela Justiça,
determinando que não fossem realizados comícios ou carreatas nas
mediações da Rua Santa Inês. O objetivo era manter a regularidade do
período eleitoral, inclusive em relação
à segurança dos eventos político-partidários e ao direito de ir e vir
da população.

Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews