Ads Top

Quem perde com a corrupção eleitoral

O principal perdedor é o próprio eleitor que vende seu voto, tendo em vista que junto com o voto ele vende sua liberdade de escolha e sua dignidade, porque vende sua própria consciência.
Perde o povo brasileiro que não verá o resultado de seu voto transformar para melhor a administração pública.
Perde a democracia que fica contaminada e sujeita a políticos desonestos que se valem de todo tipo de mecanismos para conquistar o poder.
Perdem nossas crianças que ficarão sem escolas e sem merenda, com os desvios das verbas para a educação e o lazer.
Perdem nossos filhos que serão condenados a um futuro sem perspectivas.
Perdem os professores que ficarão desestimulados com as péssimas condições de trabalho e os baixos salários que em alguns casos são pagos com atraso.

Perdem os pobres, as crianças e os adolescentes que vivem na rua por ausência de um lugar para morar, pois jamais conseguirão ajuda para sair da indigência extrema.
Perde toda a sociedade que não terá segurança pública que lhe garanta qualidade de vida saudável.
Perde o meio ambiente que fica à mercê dos interesses privados, completamente descompromissados com o futuro das comunidades atingidas.
A corrupção se reflete na carência de verbas para obras e serviços públicos, ao mesmo tempo em que impede a circulação de requezas e a geração de empregos. Os corruptos canalizam os recursos para as áreas de seu interesse pessoal, geralmente aplicando a maior parte do dinheiro desviado em locais bem distantes para ocultar a fraude e impedir a fiscalização e permanecer a salvo da lei e da justiça.

Texto retirado do livro Diga não à corrupção eleitoral, do Ministério Público Federal do Ceará.

Por um futuro com dignidade votar Limpo Itapiúna
Tecnologia do Blogger.