A vida é dom, e não mercadoria


Escutem isto, povos todos; prestem atenção, habitantes do mundo, plebeus e nobres, ricos e pobres: Minha boca falará com sabedoria, e minha reflexões serão inteligentes, vou abrir meu ouvido a um provérbio, ao som da lira proporei o meu enigma.
Por que vou temer os dias maus, quando os maus me cercam e espreitam, eles que confiam na sua fortuna e se gloriam da sua riqueza imensa ?
O homem não pode comprar seu próprio resgate, nem pagar a Deus o preço de si mesmo.
É tão caro o resgate da vida, que nunca bastará para ele viver perpetuamente, sem nunca ver a cova.
Veja: os sábios morrem, perecem junto com o imbecil e o insensato, deixando sua fortuna para os outros.
O túmulo é sua morada perpétua e sua casa, de geração em geração, embora tenham dado o seu nome às terras! O homem não permanece com seu esplendor, é como animal que perece.
Esse é o caminho dos que confiam em si, o destino dos homens satisfeitos.
São como rebanho destinado ao túmulo: a morte é o seu pastor, vão direto para a sepultura; sua figura se desvanece, e o túmulo é sua moradia.
Quanto a mim, Deus resgata a minha vida, tira-me das garras da morte, e me toma consigo.
Você, não se preocupe quando alguém enriquece, quando o luxo da casa dele se multiplica.
Quando ele morrer, nada levará, o seu luxo não descerá com ele. Enquanto vivia, ele mesmo se felicitava: "Todos o aplaudem, pois tudo vai bem para você!" Ele vai juntara-se aos antepassados, que nunca mais verão a luz.
O homem rico sem inteligência é como animal que perece!


Salmo 49

Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews