40 municípios apresentam perda de safra superior a 90%

São João do Jaguaribe e Solonópole
são os dois municípios cearenses que
apresentam perda de 100% na
safra, isso no período de janeiro a
25 de maio de 2012. Outros 38
tiveram perdas superiores a 90%,
como Quixeramobim (98,87%);
Quixeré (98,97%); Tabuleiro do
Norte (98,62%); Novo Oriente
(98,11%); Independência (97,36%)
e Crateús, com 97,34%. A maioria
dos municípios se concentra na região do Sertão dos Inhamuns, Sertão Central e Jaguaribe.
Os dados estão no IPECE/Informe, nº 33 – junho de 2012, que foi divulgado nesta segunda-
feira (4), pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).
O documento, que tem título “Condições de Vulnerabilidade dos Municípios em Situação de
Emergência em 2012”, foi elaborado com a colaboração da Secretaria de Desenvolvimento
Agrário (DAS) e Funceme. O estudo analisa as principais variáveis que afetam os municípios
em situação de emergência no Estado, nas vertentes climáticas, agrícolas e de assistência
social. Ele foca a situação dos municípios cearenses trazendo à discussão os indicadores que
refletem a insegurança e risco social da população rural para os 168 municípios que tiveram a
decretação do estado de emergência pelo Governo do Ceará, dia 28 de maio.
De acordo com Klinger Aragão Magalhães, que elaborou o estudo, juntamente com Cleyber
Nascimento de Medeiros, ambos do Ipece, o resultado mostra que os municípios das
macrorregiões do Sertão Central e Sertão dos Inhamuns se destacam com os maiores índices
de vulnerabilidade, especialmente os municípios de Itatira, Piquet carneiro, Deputado Irapuan
Pinheiro, Caridade, Madalena, Independência, Milhã, Crateús, Ibaretama, Penaforte,
Solonópole, Arneiroz, Saboeiro, Tauá e Umari.


Fonte: Assessoria de Imprensa do Ipece.

Editor Chefe Marcelino Martins

Graduando do Curso de Marketing e pós-graduando no curso de Gestão Estratégica em Marketing Digital.
Facebook: http://www.facebook.com/marcelinoitapiunanews